contato@cpps.com.br
contato@cpps.com.br
Puc Minas Virtual
Polo em Manaus
Comunicados

Palestra realizada sobre a violência contra a mulher, ministrada pela ex-aluna Yasmin Crhistine, que faz parte da equipe multidisciplinar do “1.º Juizado Maria da Penha”

Colégio Preciosíssimo Sangue > Eventos > Palestra realizada sobre a violência contra a mulher, ministrada pela ex-aluna Yasmin Crhistine, que faz parte da equipe multidisciplinar do “1.º Juizado Maria da Penha”
Palestra realizada sobre a violência contra a mulher, ministrada pela ex-aluna Yasmin Crhistine, que faz parte da equipe multidisciplinar do "1.º Juizado Maria da Penha"

Combate à violência contra a mulher é tema de palestra em escola de ensino fundamental
Realizada pela equipe multidisciplinar do “1.º Juizado Maria da Penha”, palestra integrou atividades da campanha “Justiça pela Paz em Casa”.

Alunos do ensino fundamental do Colégio Preciosíssimo Sangue, localizado na Avenida Constantino Nery, zona Ação JPP3Centro-Sul da capital, receberam na manhã desta terça-feira (11) uma ação de sensibilização organizada pela equipe multidisciplinar do “1.º Juizado Maria da Penha”, dentro do projeto “Maria vai à Escola”, como parte das atividades da Ação JPPtelereuniao2campanha “Justiça pela Paz em Casa”, que acontece nesta semana.

Ação JPP9Ação JPP2Os estudantes receberam informações sobre as atitudes que se enquadram como violência de gênero; sobre alguns indicadores oficiais que mostram como esse tipo de violência é expressiva na sociedade; como eles podem contribuir para combater esse tipo de situação; sobre as principais leis do país para reprimir os crimes dessa área; entre outros temas.

“Atividades como esta têm o objetivo de trabalhar a prevenção aos casos de violência doméstica e familiar contra a mulher. É importante que, desde cedo, os meninos e as meninas; os adolescentes; os jovens, sejam orientados para a superação da cultura do machismo; sejam sensibilizados para evitar atitudes que caracterizem a violência de gênero e possam, inclusive, atuar como multiplicadores das informações recebidas”, afirmou Yasmin Crhistine da Silva Cavalcante, estagiária de Serviço Social, que faz parte da equipe do “1.º Juizado Maria da Penha”.Ação JPP7telereuniao2

Ex-aluna do Colégio onde aconteceu a atividade, Yasmim ficou emocionada em voltar à antiga escola para levar orientações aos alunos sobre uma temática tão importante. “O convite para levar a ação ao colégio foi feito pela direção da escola, que tinha conhecimento do meu estágio no juizado. Foi uma alegria poder retornar ao colégio onde estudei, com essa atividade do projeto ‘Maria vai à Escola’, para fazer esse trabalho de sensibilização que procura inserir no currículo escolar discussões a respeito de temas relativos aos direitos humanos; igualdade de gênero; etnia e, especialmente, a problemática da violência doméstica e familiar contra a mulher. Realizar este trabalho, agora na condição de acadêmica finalista do curso de Serviço Social e representando o juizado, foi muito gratificante”, afirmou Yasmim.

Na zona Leste

Outra atividade realizada e também levada ao público externo pela equipe do “1.º Juizado Maria da Penha” aconteceu na Base Leste do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana. A “Roda de Conversa com Homens”, abordou o tema: “A construção da masculinidade e a prevenção à violência contra a mulher”, que aconteceu no período da manhã e da tarde, teve como público-alvo agentes de trânsito e foi realizada na Base Leste/Terminal 5, do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana.

“A Roda de Conversa é uma proposta de trabalho que consiste na criação de espaços de diálogo, em que os participantes possam se expressar e, sobretudo, escutar os outros e a si mesmos. O objetivo é estimular a construção de novas percepções sobre determinada temática, por meio da troca de informações. A esfera doméstica é um ambiente onde, tradicionalmente, ocorre o exercício de poder e dominação masculina, acarretando, muitas vezes, a violência. O modelo de masculinidade para o homem contemporâneo procura ter base na capacidade e possibilidade deste homem demonstrar seus sentimentos; de poder amar e se emocionar sem constrangimento; de valorizar a sensibilidade no lugar da agressividade, com a capacidade de executar tarefas domésticas; de ter maior participação na educação dos filhos; entre outros aspectos que podem contribuir para a superação do machismo, melhorando as Ação JPP5telereuniao2relações entre homens e mulheres”, afirmou a psicóloga Mary Azevedo Guimarães, psicóloga do “1.º Juizado Maria a Penha”.

Maria Acolhe

Nesta 16.ª edição da campanha “Justiça pela Paz em Casa” as ações multidisciplinares também estão sendo reforçadas pelo “2.º Juizado Maria da Penha”.

Na tarde de terça-feira (10), em uma das atividades, o projeto “Maria Vai à Comunidade” aceitou convite da Maternidade Unimed Manaus e levou palestra sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher a profissionais que atuam na unidade. O evento aconteceu auditório Dr. Oswaldo Gesta.

Audiências

Os três Juizados Especializados no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, do Tribunal de Justiça do Amazonas, pautaram quase mil audiências para esta semana, como parte da campanha “Justiça pela Paz em Casa”.

Sob a responsabilidade de 10 magistrados, designados para atuar no período de esforço concentrado, a audiências estão acontecendo no Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro São Francisco, onde funcionam o “2.º e o 3.º Juizados Maria da Penha” e, no Fórum Des. Azarias Menescal, onde está instalado o “1.º Juizado Maria da Penha”.

As ações da campanha têm a participação do Ministério Público do Estado do Amazonas e da Defensoria Pública do Estado do Amazonas. No âmbito do TJAM, a ação está sob a responsabilidade do Comite da Mulher em Situação de Risco, coordenado pela desembargadora Carla Maria Santos dos Reis e que tem na subcoordenação a juíza auxiliar da Presidência do TJAM, Elza Vitória de Mello.

Terezinha Torres
Fotos: Acervo do 1º e do 2º Juizados Maria da Penha
Revisão de texto: Joyce Tino

DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E IMPRENSA
Telefones | (92) 2129-6771 / 99485-8526
E-mail: tjamweb@gmail.com

Fonte: https://www.tjam.jus.br/index.php/menu/sala-de-imprensa/2593-combate-a-violencia-contra-a-mulher-e-tema-de-palestra-em-escola-de-ensino-fundamental

Leave a Reply

cinco + nove =